domingo, 24 de abril de 2011

Meu peso atual

....Feliz Páscoa...




E o coelhinho... passou batido???


Meu peso na sexta 91,900 kg


Fiquei muito feliz ao ver que meu esforço foi recompensado, 1.100 kg perdidos, e nem fui muito radical, só me alimentei certinho nas horas certas me exercitei, e aí o resultado vem...sempre positivo.
Passei o feriadão na praia, não vou mentir...canjica..hmmmm tudo de bom, ah teve também camarão à milanesa, churrasco, bolinho de siri, eu comi um pouco de tudo, exagerei as vezes,  já disse que a comida da D. Beti é o que há??? chocolate mesmo só comi hoje, um ouro branco e um pedacinho do ovo da Lê, na sexta e no sábado caminhei 01 hora pela manhã e outra a tarde, coisa boa, com o mar ali de compania.
Não me pesei ainda mas a certeza de que ganhei peso é um fato.

Vou postar um texto que gostei muito pela maneira simples e muito clara que a autora fala sobre RA.


Reeducação Alimentar

A analogia entre o alimento para o corpo humano e o combustível para o automóvel vale só até o km 10. Ou até onde a loja de conveniência encontra a bomba de gasolina. Porque o corpo humano não é uma máquina e sim um complexo sistema inteligente capaz de se adaptar às condições que o dono lhe dá como manutenção. O final da analogia termina na hora que você fraciona o combustível. Sim, porque, para o carro, se você colocar 100 litros no tanque e rodar até acabar é a mesma coisa que colocar 50 litros duas vezes. O corpo, não. Se você comer 2000 calorias de uma vez seu corpo não reage da mesma forma que se você comesse 2000 calorias divididas em 4 refeições de 500. Por quê? Simples. Porque seu corpo é inteligente. Digamos que você acorde, fique em jejum e ao meio dia coma 1000 calorias. Se o tempo for passando, uma hora, duas horas, três, quatro, cinco horas e você não comer nada, seu cérebro vai mandar um aviso: esta pessoa é louca e vai deixar todo o sistema em jejum, portanto, a ordem é... ESTOCAR! Pronto, seu corpo vai guardar energia em forma de gordura, provavelmente na sua bunda ou barriga. Quando você for comer às 8 da noite, suas outras mil calorias provavelmente serão usadas em parte e o resto vai pra coxa. Você engorda. Se, ao contrário, você comer de três em três horas, seu corpo vai ficar metabolizando em ritmo mais acelerado. O cérebro vê mais um pouco de comida e diz 'opa, pessoal, vamos trabalhar que tá vindo mais já já!'. E você queima. Eu sei que esta explicação é primária, infantilóido e contém muitos absurdos nutricionais e médicos, mas é só uma historinha que diz que nem todas as analogias funcionam. Porque seu corpo não é um mecanismo qualquer.
Muitas vezes o ser humano se estimula com as vitórias e se desanima com as derrotas. Por isso, 'bora cuidar da saúde, sem loucuras, sem auto-enganos, sem ódio. Não adianta dar uma de Jane Fonda que passou a vida se exercitando e vendendo videos de work-out pra depois confessar que era bulímica durante 30 anos. Vai ver nos 'extras' do DVD tinha instruções pra vomitar. Assim, não rola. Tem que ter equilibro físico, mental, emocional. Um, não é nada sem o outro.
Por Rosana Hermann

Desistir!!! Nunca....



Bjus Drê.

3 comentários:

paty ex- gordinha disse...

Oie..
vim te conhecer,
equilibrio....Palavrinha dificil de achar,
mas vamos tentando aos poucos.
estarei sempre aqui pra juntas vencer esses kilinhos.
bjos

**Má** disse...

Lindona valeu a visita... já te linkei... ahhh vc mega se comportou no feriado... ai ai , ficar perto do mar é tão boooommmm... Uma linda semana pra vc... Beijinhos

Sueli disse...

Oi Drê! Parabéns pelo kg a menos, continue na luta que o resultado será cada vez melhor. Adorei o texto que, de maneira muito simples, fala sobre algo extremamente importante, mesmo para quem não quer emagrecer mas precisa manter a saúde em dia. Beijos